sábado, fevereiro 24, 2007

O meu sofá

Tanto ele teria para contar se falasse... Xiii!!!
Pois o meu sofá é confortável, fofo, envolvente.
Não é rígido nem demasiado mole. É o sofá ideal!

Já lá bati a verdadeira soneca!
Nele... relaxei, sonhei, imaginei, vivi...
Quantas vezes depois de um duro dia de trabalho, lá me estatelei e regressei ao meu mundo... no silêncio.
Quantas vezes lágrimas derramei...
Quantas vezes sorri de ternura e amor...

É sem dúvida um excelente sítio para Abobrar!

6 comentários:

kalinka disse...

Que bom que retornei ao seu cantinho.

Na nossa caminhada de Vida, muitas vezes temos que nos apartar do mundo e ficarmos a sós connosco. Para reflectirmos e adquirirmos forças para seguir, porque tudo é um caminho sem volta.
Estou aqui e estarei sempre.

Não esqueci que, pelas tuas palavras, eu percebi que o mundo continuava ali, e que era hora de voltar a vivenciá-lo. Elas, na época, foram a força que precisei para inciar esta nova caminhada que, hoje, me é tão prazeirosa.

Beijitos.

Bom fim de semana.

Curiosa disse...

Para tudo o que dizes, ainda prefiro um bom sofá inglês.
Este teu só pode ser Italiano ou Holandês.
Hummmm, conheço-os como a palma das mãos pq já os vendi.

Mesmo assim não sou exigente e vou-me abobrando onde me sinto melhor!!!

Maríita disse...

:o)! Esse teu sofá deve ter mel. Mas já viste que bom que é ter um sofá confidente? Nunca conta nenhum dos teus segredos a ninguém e conserva-os envoltos em espuma...

Beijinhos

antídoto disse...

Já lá bati a verdadeira soneca!
... relaxei, sonhei, imaginei, vivi... lá me estatelei... lágrimas derramei... sorri de ternura e amor...

Hum... tenho a sensação que falta aqui qualquer coisa mas não consigo descobrir o que é : )

Kruella disse...

E aposto que foi nele que saboreaste...o Dão! ;)

DIV de divertida disse...

KALINKA:
Pelas minhas palavras?
O que escreveste é muito bonito, mas não estarás a confundir-me com alguém?
beijocas

CURIOSA:
Pois parece pior do que não nos lembrarmos do autor do livro que lemos, mas não faço a mínima ideia qual a nacionalidade do meu sofá.
O meu lado taurino faz-me ser exigente no conforto... ehehe

MARÍITA:
Sabes, tenho esta velha mania de me afeiçoar aos objectos.

ANTIDOTO:
Não falta nada!! lol
"Se ele falasse..."

KRUELLA:
Por acaso não, mas bem podia ter sido.
O sofá, para mim, é o objecto mais importante da casa; é aquele em que invisto mais dinheiro.