domingo, março 11, 2007

Ando cansada...

Ando mesmo muito cansada... psiquicamente.
Não sei bem se é da PDI ou da vida.
Tenho dificuldades em me concentrar e não consigo fazer nem uma coisa daquelas que programo ao deitar como prioritárias.
Já optei por escrever num quadro de parede no serviço, mas o hábito nunca foi precisar destas ajudas por isso acabo por nem olhar pra ele.
Necessitava de umas férias prolongadas, num monte, longe de tudo e de todos. Apenas na companhia de uns quantos livros. O silêncio sabe-me tããããããããããããooooooooo bem..................!!
No verdadeiro dolce fare niente!...
A sensação de "comprar tudo feito" é fantástica não é?! Haja dinheirito!

6 comentários:

Maríita disse...

Acredito, as coisas andam complicadas, parece que nada se resolve...

Eu espero ir de férias uns dias em Abril senão é provável que eu vire serial killer, quanto mais não seja por saturação de tudo o resto.

Beijinhos

Pandora disse...

Eu então acho que precisava mesmo era de férias da minha vida. Mas como isso não é possível, umas fériazinhas no Perú também não vinham nada mal! Longe da confusão.

Beijinho

eumesma disse...

Pois, compreendo-te...

Tb and cansada pisquicamente de mtas coisas, rotinas ke me fazem mal e que não sei porquê não consigo modificar (lá está, a indecisão dos Capricónios :-))
Às vezes tb me apetecia-me fugir, não sei mto bem para onde , mas desparecer...enfim.
Monte, eu por acaso até tenho um, mas é, é um bocadinho ruidoso, serve??? :-))))

Bjs

DIV de divertida disse...

MARIITA:
Isso é uma boa noticia. Ir de férias.
Vou pensar nuns dias na páscoa tb.
Passear. Esplanada na paria. Livro. Silêncio.
hhuuummmm......

PANDORA:
Férias de vida tb é mto bem pensado, sim senhor!
e como é que isso se faz?

EU MESMA:
Ruidoso? nã... eu não quer fugir de mim. quero estar comigo própria até ao mais profundo da minha alma.

Kruella disse...

Há momentos na vida em que nos sentimos exaustos! Damos tudo o que podemos mas nunca é o suficiente falta sempre qualquer coisa! E quando damos por isso...sentimos falta ou de uma coisa diferente ou de um tempo igual ao que já foi e que já não é. (Não sei se me estou a expressar bem)
oFaz parte do ser humano...ter essas quebras...assim talvez consigamos dar mais valor quando estamos a 100%! E se eu através do poema de Álvaro de Campos em tempo já demonstrei esse cansaço tive uma "voz" amiga que me puxou para cima e me deu ânimo! E posso dizer que essa "voz" foi a tua! Por isso alento, linda, que há sempre um dia a seguir ao outro que nos permite ter esperança "por um dia melhor"!
Senão...olha é ir outra vez com o boloide aquela oficina fazer uma revisãozita! Pode ser que a façam novamente de graça e ainda nos façam rir com um futuro post teu ;)
Muitos beijinhos!

DIV de divertida disse...

KRUELLA:
Que bem que te expressaste!
Só podemos mm dar valor `legria dp de nos sentirmos em queda. mas q mal isto me soa...
então cá a menina já te disse umas palavritas? e ajudou-te? confesso q devo tar mm numa de PDI... não me lembro nada...
Mas sabe mto bem perceber que sem contar conseguimos dar-nos aos outros no nosso melhor e puxa-los para o lado positivo da vida.
Obrigada.
beijocas

p.s. já me lembrei de visitar novamente a oficina... ehehe mas tou sem lata pra isso.