quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Recordações

Gretz dizia um dia destes que as recordações envenenam-nos.
Mas o que seria de mim sem as recordações?
Confesso que algumas já devem estar gastas de tanto serem recordadas... Mas sabe tão bem no momento....
Há recordações que nos fazem sorrir de felicidade como as da adolescência ou do nascimento de um filho.
Há recordações que nos fazem prender ao passado, como as dos ex (verdadeiros) amores.
Há aquelas que queremos esquecer a todo o custo e as outras que insistimos em manter vivas.
Confesso que sem as minhas recordações constantemente presentes, me sentiria pobre e moribunda.
Confesso que passo imenso tempo a tentar alcançar cada momento dos bons momentos.
Claro que depois "acordo" e percebo que nada vai voltar a ser como antes... e fico triste. Mas naquele momento fui FELIZ!

8 comentários:

anonimo disse...

de qualquer forma não esqueças "os maus tempos de hoje serão os bons velhos tempos de amanhã"

Pitucha disse...

E há recordações que magoam! Mas hoje é sexta e não é dessas que vamos falar.
Beijos

Maríita disse...

Sempre e quando as recordações não sejam um impedimento para viver o dia-a-dia, parece-me óptimo preservá-las, mimá-las, revê-las.

Beijinhos

DIV de divertida disse...

ANONIMO:
Mas isso pode significar que o amanhã vai ser horroroso!!
Quero apenas acreditar que com o tempo tudo passa.

PITUCHA:
Eu cá sou daqueles que tem de lamber as feridas até passar. Seja a que dia for... Mas tb te digo... depois de lambidas...!! é só curtir!!!!! ehehehe

MARIÍTA:
E nós nisso somos peritas, nao?!

migvic disse...

A nossa cabeça é um pouco traiçoeira.

Nos antigos relacionamentos, só nos lembramos das coisas boas, mesmo que tenham sempre prevalecido durante esse tempo as coisas más.

DIV de divertida disse...

MIGVIC:
O amigo é um sabedor!!!!
E pk será? confesso que isso me tem dado algumas dores de alma...

Kruella disse...

Eu cá, na minha humilde opinião, acho que o nosso cérebro por vezes manipula as recordações. Há coisas de que nos lembramos com um sentido romântico da vida e outras que temos que esquecer...por vezes dizemos: já nem sei porque me chateei com esta ou aquela pessoa...mas na altura a coisa doeu com certeza. Há factos que recordamos com um desejo de voltar atras e fazer as coisas de maneira diferente mas se teve que acontecer assim...é assim que as recordamos...E depois há recordações que nós sabemos que foi ali naquele momento que a nossa alma deixou de acreditar que a vida ia ser bela e tentamos manipular de forma a continuarmos a sorrir de frente pa vida! Tem que ser!

DIV de divertida disse...

KRUELLA:
Ena estavas inspirada!!
Gostei de te ler.