terça-feira, dezembro 11, 2007

Grrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!!!!!!!!!!!!!!

(estou a escrever de cabeça quente, por isso façam o favor de dar (apenas) um ligeiro desconto)

Então não é que o digníssimo pai da minha filha me convidou para ir ao circo com a pimpolha mais.... a sua namorada!
"Era bom que fosses! A menina ia ficar contente de ver todos juntos."
Todos juntos?? mas isto é o da joana!!??
Que eu seja cívica e educada;
que eu não faça ondas por a minha filha ir a casa da rapariga;
que eu nunca tenha colocado questões em relação à moça;
que eu sinceramente ache que elas se devem dar bem para o bem estar da minha filha;
que eu a tenha convidado para a festa de aniversário da minha filha (paga exclusivamente por mim) na companhia do pai (acabaram por não ir por impedimentos laborais), é uma coisa....
daí a sairmos todos juntos em amena cavaqueira e divertimento, é outra!

Como se não bastasse:
"Hoje a avó ficou triste com a nossa filha porque esta se recusou ser o amor dela. Disse que apenas era o amor do papá e da S." e riu...
Que engraçadinho!.... mete cá uma piada!
Mas desde quando é que a minha filha que tanto me custa a criar é o amor de uma mocinha aparecida de páraquedas vinda sabe-se lá de onde???
Ai............... parece-me que estamos com demasiadas confianças................. Ai o camandro!!!

A saber: não há aqui ciúmes de mãe, nem mesmo insegurança. Bem sei que a minha filha tem um amor por mim sem limites.
Apenas não gosto de demasiadas confianças ainda por cima sem que eu as tenha dado.
Cada macaco no seu galho, ou não?!
Acho muito bem que tenham uma boa relação, mas não abusemos.
Não gosto quando as pessoas não sabem qual é o seu lugar. ponto.

7 comentários:

Anónimo disse...

E tens toda a razão!!!! Mai nada

sofy

Filipe disse...

Essa mocinha está a pedi-las!
Div... se quiseres fazer uma esperinha a ela... conta comigo... eu ajudo na festa! :)

Mas..ja sabes como é... qd se tenta agradar mt... as pessoas acabam por se deixar embalar! Certamente ela sabe q o menino dela mais a sogrinha prezam a sua atitude para com a tua kikas! É mt facil fazer esse papel qd, o «trabalho» no dia a dia... fica a cargo de outra pessoa!

Nao stresses...

DIV de divertida disse...

Sofy:
Ainda bem que me entendes! :)

Filipe:
Miguito, o problema não é da moça (pelo menos nesta altura do campeonato...). Além de que não lhe dou ainda qq importãncia. Não faz parte da minha vida nem me ameaça de forma alguma. Que sirva para pôr juizo na cabeça daquele gajo.
o problema está na ausência de limites daquele pai!
Nunca os teve... é uma realidade.
Uma espera?!... hhhuummm... pra já não. mas fico com a ideia. nunca se sabe se não virá a ser preciso... lol

Maariah disse...

Há já algum tempo que acompanho o teu blog, aliás já te acompanhava no outro blog. Mas nunca comentei nem aqui nem lá. Gosto de aqui vir para ler sobre o outro lado da história, se é que existem lados diferentes...digamos que dependendo do lado em que estamos podemos ver as coisas de outro modo.
Passo a explicar se existe um papel com o qual me posso identificar é com o papel da moça. Ou melhor também eu sou uma moça cujo companheiro / namorado (chamem-lhe o que quiserem) tem uma filha do anterior casamento.
Mas só me identifico nisso mais nada, de resto concordo contigo quando dizes que todos devemos saber o nosso papel. Resolvi comentar pois achei interessante dizeres que o teu problema ou o que te incomodou foi o papel do pai. Eu no papel da moça também teria ficado incomodada. Civismo sim, educação sim, boa convivência sim mas misturar as coisas.

Maríita disse...

É pá, isso é que não!

Desculpa a sinceridade, eu sou filha de pais divorciados e quando as namoradas do meu pai se punham com essas merdas era certo e sabido que estavam a tentar agradar ao meu pai.

Uma coisa é a namorada do pai da tua filha tratar bem a tua filha e ser boa para ela, outra coisa é entrar na vida da tua filha. Até porque as relações não vêm com garantias e no dia em que a relação entre eles acabar (o meu optimismo é visível), a pequenita não pode sofrer com isso!

Beijocas

Andorinha disse...

Concordo plenamente contigo.
Mas mesmo assim não posso deixar de te dizer... touro :p
e a Maria tb! ;))
Vá, não me batam que eu estava mesmo a brincar!
Concordo, assino e subscrevo: não gosto de confianças a mais. Há limites, e quem não os sabe impor, que meta a dignissima lata q tem num sítio que eu cá sei e se enchergue! Ultimamente vejo com cada uma...este pessoal tem uma lata desmesurada!!!!

Pérola disse...

Não posso... O pai da tua filha tem cá uma lata! Fazes bem em colcoar cada um no seu lugar.

Beijocas e um excelente Natal!