quinta-feira, junho 21, 2007

Tudo tem o seu tempo...

Tenho andado muito bem disposta (benditos anti-depressivos!). Surpreendida até pelo facto dos acontecimentos não me massacrarem tanto como antes. Tenho a mania de enfatizar tudo até à sétima casa!!!
Agora tenho conseguido relativizar o que se vai atravessando à minha frente e dar valor ao que tenho.
Sem dúvida que tenho amigos fantásticos como já disse várias vezes, tenho um emprego que adoro, vou conhecendo pessoas lindas e fenomenais, os meus "meninos" fazem mudanças efectivas com a minha ajuda e a minha humanidade, a minha filha é soberba, e meu carro serve para as curvas, a casa maior há-de vir... enfim... tanta coisa.
Basta que saiba ser tolerante e permitir que tudo chegue no seu tempo. Para qu~e questionar as dádivas da vida se nada podemos fazer contra isso. Não seria melhor aprender com elas?!...
Idealmente devia saber viver assim para sempre.
Mas de vez em quando deve ser inevitável umas recaídas.
Ontem fiquei um cadinho zangada com a irresponsabilidade de uma colega (diria subordinada, mas fico sem jeito para puxar de galões...) e com respectiva acusação a outros (a mim, nomeadamente) para sacudir a água do capote.
O problema é que sou sempre eu que me lixo (a coordenação tem destas coisas...), na tentativa de resolver as situações que os outros alegremente não honram enquanto funções.
No entanto, acho que ainda fiquei mais triste comigo própria por não ter sido capaz de manter afastado este sentimento de raiva e desprazer.
Quero mesmo viver em paz, conseguindo interagir, mesmo com quem me trata mal, de forma calma e compreensiva, sem dramas, nem stresses, apenas, quem sabe, mostrando o meu lado crescido e compassivo.
Algumas incursões no Reiki e cenas que tais têm-me dado a capacidade para experienciar o que antes me deixava zangada de uma forma tranquila e com amor.
Sensação que nunca antes saboreara.
Tudo tem uma explicação.
Nada é por acaso.
Tudo tem uma razão de ser.
Nada acontece na nossa vida por acontecer.
No entanto, tudo tem o seu tempo.

4 comentários:

Fá disse...

Tenho uma grande amiga, que é como se diz "mestra"(???) de Reiki e está sempre a entusiasmar-me para me iniciar...Acho que vou tentar, parece que a ti fez bem...que bom!

Mamaíta disse...

Gostei de te sentir assim animada, alegre e de certa maneira "leve"!

Beijinhos :)

deKruella disse...

Eu sinto-te (embora não te conheça) calma de facto. As tuas últimas frases expressam muito bem o teu estado de espírito.
A tua última frase está simplesmente divinal! E faz pensar no (meu) tempo...que corre e não pára ou anda para trás ;)

Grilinha disse...

Amiga...como gosto de te ouvir assim. De facto todos passamos por fases complicadas ...mas quando olhamos para trás, o que era negro afinal nem é assim tão negro. Tudo tem o seu tempo. É pena as fases dificeis paracerem ser eternas. Beijinhos